Francia Márquez, de líder das “minorias” a vice-presidente da Colômbia

Ao lado de Gustavo Petro vai estar, pela primeira vez, uma mulher afrodescendente no segundo lugar do Estado. A advogada que já foi empregada doméstica e activista ambiental promete que o seu novo Ministério da Igualdade irá apoiar e rever todas as questões de justiça social.

Foto
Francia Márquez será a primeira mulher afrodescendente vice-presidente da Colômbia Reuters/MARIANA NEDELCU

Queria ser artista – cantora bailarina, actriz , mas a vida levou-a a assumir outros protagonismos. Francia Márquez torna-se hoje a primeira mulher afrodescendente a assumir a vice-presidência da Colômbia e em breve o Ministério da Igualdade, que o novo Presidente Gustavo Petro quer criar para atender a todas as comunidades do país. Mais do que isso, porém, a advogada negra que já foi mineira e empregada doméstica, activista ambiental e líder local, ombreia com Petro na partilha dos louros da vitória de 19 de Junho.

Sugerir correcção
Comentar