Marcelo pede “transparência” à Igreja e admite que futuro desvende “número apreciável” de abusos

Marcelo Rebelo de Sousa apelou às denúncias sobre abusos sexuais a menores no seio da Igreja e enfatizou a importância do trabalho da comissão independente criada para investigar estes crimes.

Foto
O Presidente falou aos jornalistas em Belém LUSA/ANTÓNIO PEDRO SANTOS

O Presidente da República apelou esta sexta-feira a que se denunciem os abusos sexuais contra crianças por padres e alertou a Igreja Católica para a inevitabilidade da “evolução no sentido de mais justiça”, após ter recebido a comissão independente criada para investigar estes crimes, em Belém. Marcelo Rebelo de Sousa pediu ainda que a Igreja actue com “transparência” e admitiu que investigações e testemunhos futuros desvendem um “número apreciável” de casos de abusos sexuais.

Sugerir correcção
Ler 9 comentários