Novas demissões na Raríssimas. Destituição da presidente discutida no domingo

Dois dos três membros da direcção que assumiram funções a 20 de Maio já renunciaram ao cargo, bem como todos os elementos do Conselho Fiscal e parte dos da Mesa da Assembleia Geral

Foto
A Casa dos Marcos é a principal estrutura da instituição LUSA/MÁRIO CRUZ

A Raríssimas - Associação Nacional de Deficiências Mentais e Raras tem, actualmente, apenas três membros dos órgãos sociais em funções e todos eles podem ser destituídos no próximo domingo, incluindo a presidente da direcção, Maria Júlia Cardoso, se for aprovado o ponto nesse sentido que consta da convocatória para uma Assembleia Geral Extraordinária marcada para esse dia. Os últimos meses foram marcados por ainda mais instabilidade na instituição, com a demissão de vários membros dos órgãos sociais e dúvidas sobre a liquidez para pagar salários.

Sugerir correcção
Ler 1 comentários