Leonor Caldeira: “Eu não sou activista. Prefiro ser advogada de activistas”

A advogada, Prémio Nelson Mandela 2022, ficou conhecida por um caso que limitou a liberdade de expressão em favor do direito à honra — mesmo defendendo que “o que podemos dizer deve ser uma coisa muito protegida”.

Foto
Leonor Caldeira DR

Na maioria dos casos, a primeira reacção de Leonor Caldeira a uma possível injustiça é um ponto de interrogação. Foi assim quando viu André Ventura brandir uma marcelfie num debate na televisão durante as eleições presidenciais de 2021 e retratar a família Coxi, moradores do Bairro da Jamaica, como “bandidagem”.

Sugerir correcção
Ler 6 comentários