Luís Montenegro une um PSD que pede oposição “na rua”

Jorge Moreira da Silva, candidato derrotado nas directas de Maio, não aceitou ficar na nova direcção, mas recusou-se a ser líder “de facção”.

maria-luis-albuquerque,eleicoes-directas,politica,rui-rio,pedro-passos-coelho,psd,
Fotogaleria
Luís Montenegro a cumprimentar uma congressista Paulo Pimenta
maria-luis-albuquerque,eleicoes-directas,politica,rui-rio,pedro-passos-coelho,psd,
Fotogaleria
Luís Montenegro durante o congresso Paulo Pimenta

Jorge Moreira da Silva deixou de ser director da OCDE, candidatou-se à liderança do PSD, perdeu as eleições, assumiu o compromisso de não aceitar responsabilidades no novo ciclo de Luís Montenegro, e cumpriu. Foi o protagonista que ficou de fora, mas sem o propósito de ser “líder de facção”.

Sugerir correcção
Ler 13 comentários