Inspectores do SEF avançam com intimação em tribunal para defender direitos, liberdades e garantias

Um dos objectivos é que o Ministério da Administração Interna não possa concretizar o reforço dos postos de fronteira com recurso a elementos da PSP. Tribunal Administrativo e Fiscal de Sintra aceitou a intimação e deu sete dias ao MAI para responder.

Foto
Sindicato quer impedir que o Ministério da Administração Interna faça o reforço dos postos de fronteira com recurso a elementos da PSP. Nuno Ferreira Santos

O Sindicato dos Inspectores de Investigação, Fiscalização e Fronteiras (SIIFF) avançou com uma intimação em tribunal para defesa de direitos, liberdades e garantias contra o Ministério da Administração Interna (MAI), no âmbito do processo de extinção do Serviço de Estrangeiros e Fronteiras (SEF).

Sugerir correcção
Comentar