Governo criou comissão em 2017 para rever rede de cuidados materno-infantis. Trabalho nunca foi concluído

Coordenador da comissão criada há cinco anos explica por que razão o trabalho ficou a meio. Ministério da Saúde vai retomar o processo.

Foto
Comissão deixou trabalho a meio Nelson Garrido

A crise dos serviços de urgência de ginecologia e obstetrícia dos últimos dias levou a ministra da Saúde a recuperar do baú uma medida para ajudar a “resolver problemas estruturais” nesta área e que passa pelo “redesenho” da rede de referenciação hospitalar de saúde materna e infantil, aproveitando um trabalho anteriormente feito.

Sugerir correcção
Ler 22 comentários