“Ao Porto aplicar-se-á o que for aplicado aos outros municípios”

Ministra da Coesão Territorial diz que descentralização continuará a ser afinada e negociada nos próximos anos. Admite subir a parada na Educação, mas considera a verba para a Saúde suficiente, apesar da baixa taxa de adesão.

SA - 06/06/2022 - COIMBRA - Ana Abrunhosa - Ministra da Coesao Territorial�
Fotogaleria
Ana Abrunhosa, ministra da Coesao Territorial, disponível para aumentar verbas para as autarquias na área da educação Sergio Azenha
SA - 06/06/2022 - COIMBRA - Ana Abrunhosa - Ministra da Coesao Territorial�
Fotogaleria
A ministra explica que não seria possível negociar com as câmaras de forma individual Sergio Azenha
SA - 06/06/2022 - COIMBRA - Ana Abrunhosa - Ministra da Coesao Territorial�
Fotogaleria
Ana Abrunhosa considera que as verbas para transferir competências na área da saúde são suficientes Sergio Azenha

O Governo está disponível para continuar a subir a verba destinada à manutenção das escolas que passam para as autarquias no processo de descentralização. Virando-se para outra das reivindicações das câmaras, a ministra da Coesão Territorial, Ana Abrunhosa, que deu a entrevista ao PÚBLICO, no Mosteiro de Santa Clara-a-Velha, em Coimbra, antes de se reunir com uma Associação Nacional de Municípios Portugueses (ANMP) sob pressão interna, prepara-se para pagar mais pelas refeições escolares.

Sugerir correcção
Ler 14 comentários