Funcionários do SEF pressionam sindicato a fazer greve

Trabalhadores exigem que o Governo diga os que lhes vai acontecer. Alegam que a incerteza está a mexer não só com a sua vida profissional, familiar, mas também com a estabilidade emocional. Em cima da mesa já está uma proposta de greve para dois fins-de-semana seguidos.

Foto
Em cima da mesa, está uma proposta de greve a realizar-se durante dois fins-de-semana seguidos. Nuno Ferreira Santos

Depois do plenário de trabalhadores do Serviço de Estrangeiros e Fronteiras (SEF), que teve lugar entre as 6 e as 9 horas da manhã de domingo e que provocou constrangimentos na área das chegadas do aeroporto de Lisboa, muitos são os que pedem um endurecimento das medidas de protesto contra a incerteza que a extinção do serviço está a provocar e contra o facto do Governo nada dizer sobre o que lhes vai acontecer. Por isso, também muitos são os que sugerem a greve como forma de protesto.

Sugerir correcção
Ler 1 comentários