Em Marselha, o Iminente pôs a roupa a secar no museu

O festival português assentou arte, música, bandeiras e um estendal num dos mais importantes museus franceses, o MuCEM. Um fim-de-semana de cultura urbana portuguesa, debruçado sobre o Mediterrâneo.

Foto
O festival Iminente levou ao MuCEM a descontracção criativa do colectivo Unidigrazz EXPANDING ROOTS

Sexta-feira, final de tarde, e ainda um calor tórrido na cidade francesa de Marselha. Junto ao MuCEM (Museu das Civilizações da Europa e do Mediterrâneo), inaugurado em 2013, e hoje um dos museus mais visitados da Europa, corpos desnudados de adolescentes mergulham nas águas do Mediterrâneo, enquanto lá dentro há quem se perca nos corredores da arte contemporânea. Uma descontracção sedutora envolve o espaço, sem prejuízo da carga institucional.

Sugerir correcção
Ler 1 comentários