Prédios em terrenos devolutos junto ao Palácio da Ajuda terão no máximo cinco pisos

Algumas das preocupações levantadas durante a consulta pública sobre um plano para quatro hectares na Ajuda parecem ter sido acauteladas, mas outras, como a inclusão de casas com rendas acessíveis, não tiveram resposta. Proposta foi aprovada pelo executivo, mas, para o PCP, “a câmara ficou aquém do que poderia ter feito”.

Foto
Espaço está devoluto há vários anos Rui Gaudencio/Arquivo

Está aberto caminho à construção de novos prédios em quarteirão, estacionamento subterrâneo e de um parque verde público numa extensa área de 4,3 hectares, que há vários anos está parcialmente devoluta junto ao Palácio Nacional da Ajuda. A Unidade de Execução da Ajuda foi aprovada esta quarta-feira em reunião da Câmara de Lisboa, com os votos contra do PCP, do Livre e da vereadora independente Paula Marques, a abstenção do BE, e a favor das restantes forças políticas (PSD, CDS e PS).

Sugerir correcção
Ler 1 comentários