Luís Trigacheiro ou uma voz que traz consigo os fados do cante

Vencedor do The Voice Portugal em 2020, Luís Trigacheiro estreia-se em disco com Fado Do Meu Cante, com composições assinadas por António Zambujo, Carminho ou Luísa Sobral.

Foto
Gonçalo F. Santos

Os concursos televisivos de talentos têm, nos últimos anos, fornecido o panorama musical português com novas vozes que, por vezes, atingem grande popularidade. Isso já sucedeu com a Chuva de Estrelas ou os Ídolos, de onde saíram nomes como Carolina Deslandes, Carla Pires, Diogo Piçarra, Filipe Pinto, Jacinta, João Pedro Pais, Luísa Sobral, Martim Vicente, Sara Tavares ou Vânia Fernandes. E volta a suceder com The Voice Portugal, de onde saiu vencedor Fernando Daniel, em 2016 e, em 2020, Luís Trigacheiro. E é este que se estreia num disco que chega hoje às lojas, Fado do Meu Cante, com composições assinadas por Carminho, Luísa Sobral, António Zambujo, Bruno Chaveiro, Diogo Clemente, Diogo Piçarra ou Joana Espadinha, incluindo no lote duas letras de Paulo Abreu Lima (1952-2021).

Sugerir correcção
Ler 1 comentários