Apoio a projectos de investigação “rejeitados” na Europa ainda está em avaliação – e só se aplicará a partir de 2023

O gabinete da ministra da Ciência, Tecnologia e Ensino Superior adianta que está a ser elaborado um regulamento que definirá o financiamento de projectos que cheguem à segunda fase dos concursos do Conselho Europeu de Investigação.

Foto
A ministra Elvira Fortunato MÁRIO CRUZ/Lusa

A ministra da Ciência, Tecnologia e Ensino Superior anunciou na última quarta-feira, no Parlamento, que “neste orçamento” existirá uma medida para permitir o apoio da Fundação para a Ciência e Tecnologia (FCT) a projectos de investigação que, não garantindo financiamento do Conselho Europeu de Investigação, tenham avançado até à segunda e última fase dos concursos. “A medida encontra-se em fase de avaliação, para ser implementada em 2022 e aplicada a concursos futuros”, esclarece agora o gabinete da ministra Elvira Fortunato. Ou seja, apenas a partir de 2023 será aplicada.

Sugerir correcção
Comentar