Russiagate: auditoria externa aprovada no mandato de Medina só agora avança

Município promoveu auditoria interna para analisar envio de dados de manifestantes a embaixadas estrangeiras, cujo relatório final nunca foi publicamente divulgado. Ainda antes da mudança de executivo, foi aprovada também uma proposta que previa realização de auditoria externa, que ainda não está em execução.

Foto
Auditoria externa foi aprovada há cerca de oito meses Nuno Ferreira Santos/Arquivo

Oito meses depois da aprovação por unanimidade de uma proposta para a realização de uma auditoria externa a todos os serviços da Câmara de Lisboa, para “aferir o cumprimento da legislação europeia e nacional relativa à protecção de dados pessoais”, depois de toda a polémica em torno do Russiagate, esta ainda não começou a ser realizada. Mas pode estar para breve.

Sugerir correcção
Ler 7 comentários