Ciganos no ensino secundário: na luta contra as baixas expectativas, a diferença está na família

Estudo qualitativo desenvolvido no âmbito do projecto EduCig mostra que apoio da família é muito importante, mas não o ter não é impeditivo.

Foto
Ainda são uma minoria as crianças de etnia cigana que chegam ao ensino secundário Adriano Miranda

O que distingue a minoria de jovens ciganos que frequentam o ensino secundário da larga maioria que continua a abandonar a escola no 2.º ou no 3.º ciclos? Uma equipa de investigadores procurou respostas, analisando trajectórias de sucesso de rapazes e raparigas.

Sugerir correcção
Ler 5 comentários