Uber investigada pela reguladora por avaliação de passageiros em Portugal

Passageiros têm no seu perfil uma avaliação que vai de uma a cinco estrelas, o que está a ser analisado pelas autoridades do sector, a AMT e o IMT, já que a lei proíbe esta prática. Uber diz que é sobre viagens e não utilizadores, e acerca de questões técnicas da aplicação. Motoristas afirmam que classificam os clientes.

Foto
Autoridades dos transportes estão a analisar o processo de avaliações ligado à Uber Paulo Pimenta

Os utilizadores da Uber continuam a ter no seu registo pessoal uma avaliação feita pelos motoristas, que vai de um a cinco, apesar de a lei (n.º 45/2018) especificar que “é proibida a criação e a utilização de mecanismos de avaliação de utilizadores por parte dos motoristas de TVDE ou dos operadores de plataformas electrónicas”.

Sugerir correcção
Ler 44 comentários