Camões e a Ásia, Os Lusíadas de regresso a casa

A primeira tradução indonésia da epopeia portuguesa é lançada este sábado no congresso internacional 450 Anos de Os Lusíadas, que abre simbolicamente em Ternate, um dos lugares onde Camões pode ter iniciado a escrita do poema.

Foto
Ilustração do artista e naturalista holandês François Valentijn do forte de São João Baptista de Ternate History/Universal Images Group/Getty Images

A Rede Camões na Ásia, que reúne tradutores e investigadores da obra camoniana, realiza este sábado em Jacarta o Congresso Internacional 450 Anos de Os Lusíadas, que abre com o lançamento da primeira edição indonésia da epopeia lusa, traduzida e anotada pelo professor Danny Susanto, da Universidade da Indonésia.

Sugerir correcção
Ler 5 comentários