Putin reconheceu a independência das regiões separatistas da Ucrânia. E agora?

Ocidente diz que o respaldo a Donetsk e a Lugansk é o pretexto que o Kremlin estava à procura para invadir o território ucraniano.

i-video
Ameaças, impasses e sanções. O que precisa de saber sobre o conflito Ucrânia-Rússia João Ruela Ribeiro, Carolina Pescada

Vladimir Putin deu um passo em frente no confronto com Ucrânia e com a NATO, ao anunciar, na segunda-feira, o reconhecimento como países independentes das autoproclamadas repúblicas de Donetsk e de Lugansk, no Leste da Ucrânia.

Sugerir correcção
Ler 73 comentários