SNS pagou 530 milhões de euros em tarefeiros e horas extras em 2021

De acordo com os dados da ACSS, contrataram-se 4,9 milhões de horas em prestações de serviço no valor de 142 milhões de euros. A este valor acrescem as horas extraordinárias que no ano passado chegaram quase aos 22 milhões e que custaram cerca de 388 milhões de euros.

Foto
Os enfermeiros fizeram mais de 7 milhões de horas extraordinárias e os médicos mais de 5 milhões LUSA/MÁRIO CRUZ

No ano passado o Serviço Nacional de Saúde (SNS) pagou 142 milhões de euros em prestações de serviço (contratações de tarefeiros). Já em horas extraordinárias, que em 2021 bateram recordes e chegaram a quase 22 milhões de horas, os custos foram de 388 milhões de euros. Entre as duas rubricas, os custos associados foram de 530 milhões de euros. Os enfermeiros fizeram mais de 7 milhões de horas extras e os médicos mais de 5 milhões em 2021, segundo dados da Administração Central do Sistema de Saúde (ACSS) enviados ao PÚBLICO.

Sugerir correcção
Ler 7 comentários