A inqualificável anulação dos votos das comunidades

Convém recordar que na Assembleia da República estava em preparação a alteração às leis eleitorais, mas por uma questão de prioridade começou-se pela lei eleitoral autárquica, visto que houve eleições locais em setembro de 2021 e agora iriam ser alteradas as leis eleitorais para o Parlamento e Presidência da República

O resultado das eleições legislativas referente aos portugueses residentes no estrangeiro, que devia ser de júbilo pela maior participação de sempre, acabou manchada pela obsessão absurda do PSD de querer anular votos, que a assembleia de apuramento geral do Círculo da Europa secundou de forma insensata e insensível, indiferente ao prejuízo que assim iria causar à participação livre e democrática dos portugueses residentes no estrangeiro.

Sugerir correcção
Ler 23 comentários