Prioridades do Chega na AR: reforço da pensão de ex-combatentes e do subsídio de risco para polícias, e abolição de portagens

André Ventura anunciou que se Diogo Pacheco de Amorim não conseguir ser eleito para terceiro vice-presidente do Parlamento será proposta no mesmo dia a candidatura de Gabriel Mithá Ribeiro.

Foto
André Ventura deu uma conferência de imprensa na tarde desta sexta-feira LUSA/NUNO ANDRÉ FERREIRA

Pegando em algumas das principais bandeiras eleitorais, o grupo parlamentar do Chega vai iniciar a próxima legislatura com propostas para o reforço da pensão de ex-combatentes e do subsídio de risco dos polícias, assim como a reforma do sistema de portagens e o regresso dos debates quinzenais com o primeiro-ministro. As prioridades legislativas foram decididas nesta sexta-feira à tarde, na primeira reunião da nova bancada do partido.

Sugerir correcção
Ler 10 comentários