Gedson Fernandes acusa ex-agentes de serem pagos pelo Benfica

Sob a liderança de Luís Filipe Vieira, os “encarnados” contrataram e pagaram aos gestores de carreira do jovem futebolista para mediar contratos assinados com o próprio atleta, em violação da lei portuguesa e dos regulamentos desportivos. Gedson viu o tribunal dar-lhe razão e enviou queixa para a Comissão de Intermediários da FPF.

Foto
Gedson quando vestia a camisola do Benfica EPA/ERDEM SAHIN

Numa clara violação da lei portuguesa e dos regulamentos desportivos, os gestores de carreira de Gedson Fernandes representaram em simultâneo o jogador e a Sociedade Anónima Desportiva (SAD) do Benfica nos contratos assinados com o clube lisboeta. O jogador já apresentou uma queixa à Comissão de Intermediários da Federação Portuguesa de Futebol (FPF), a que o PÚBLICO teve acesso. Em causa está a actuação da empresa Positionumber, Unipessoal, Lda e a MRP Positionumber, Limited, controladas pelos empresários Luís Miguel Pinho e Miguel Ruben Pinho. O primeiro está a ser investigado pela Autoridade Tributária, no âmbito da Operação Fora de Jogo.

Sugerir correcção
Ler 3 comentários