Baixar impostos é uma varinha mágica (só que não)

Como sempre, na campanha eleitoral há propostas de diminuição de impostos para todos os gostos.

Só conhecemos o efeito de uma alteração de imposto quando comparamos quem é afetado com quem não é. Quando comparo, num mesmo momento do ciclo económico, quem é afetado com quem não é afetado pela alteração de imposto, estou mais próxima de calcular o impacto causal do imposto e não do ciclo económico. Em Portugal não há dados individuais de declarações fiscais que nos permitam realizar estes estudos. Mas felizmente temos exemplos de outros países.

Sugerir correcção
Ler 109 comentários