Fundo de viagens tem sete milhões para pagar reembolsos em caso de falhas

Depois de muitos clientes com viagens canceladas na pandemia em 2020 terem sido confrontados com reagendamentos ou vales, chegou a altura em que os reembolsos têm de ser feitos se os consumidores quiserem. Mas há ainda aspectos por esclarecer.

Foto
Diploma de excepção das viagens abrangeu as não realizadas no período de 13 de Março a 30 de Setembro de 2020 por causa da covid-19 Daniel Rocha

O fundo de garantia de viagens e turismo (FGVT), que pode ser accionado no caso de haver empresas a falhar o pagamento dos reembolsos dos vales criados na sequência dos cancelamentos ligados à pandemia em 2020, tem neste momento cerca de sete milhões de euros disponíveis.

Sugerir correcção
Ler 1 comentários