O jogo do rabisco

A graça eterna do jogo do rabisco vem de ser tão incompleto. Depende totalmente de nós. É o contrário dos jogos que precisam de muito (ou pouco) material, de muitas (ou poucas) regras ou de muitos (ou poucos) anos de idade.

Só há um jogo que dura desde sempre até agora sem perder graça. Aos dez anos aprende-se a jogar jogos que duram toda a vida – o xadrez, o bridge, a raspadinha – mas, aos quatro ou cinco anos, os jogos que nos divertem são efémeros como os brinquedos. Excepto um.

Sugerir correcção
Ler 11 comentários