Regionalização regressa à agenda dos partidos e pode avançar na próxima legislatura

PS e PSD incluem tema nos programas eleitorais e abrem porta a novo referendo até 2024. Marcelo apadrinha.

Foto
No congresso do ANMP, Marcelo relançou o tema da regionalização LUSA/TIAGO PETINGA

O Presidente da República lançou o apelo, os partidos responderam. Ainda que ande longe do centro do debate político — dominado por fórmulas governativas, saúde e impostos a regionalização volta a entrar nos programas com que as forças partidárias concorrem às eleições legislativas de 30 de Janeiro.

Sugerir correcção
Ler 6 comentários