Ministério Público descreve horror a que João Moura submeteu galgos

Dormiam em cima das suas fezes, passavam fome e sede. Uns tinham Leishmaniose, outros carraças, lombrigas e cicatrizes.

Foto
Os cães foram encontrados em estado de subnutrição. Um acabou por morrer D.R.

O rol de maus tratos a que, segundo o Ministério Público, o cavaleiro tauromáquico João Moura submeteu os seus galgos durante pelo menos três meses configura um cenário de horror: os animais dormiam em cima das suas fezes, passavam fome e sede. Uns tinham Leishmaniose, outros carraças, lombrigas e cicatrizes.

Sugerir correcção
Ler 11 comentários