Da ADSL ao Gopher: glossário para decifrar a Internet

Sabe o que é o Gopher? E a diferença entre LAN e WAN? Já ouviu falar de Unix? E das redes Zigbee? Confira um glossário de A a Z para melhor compreender a rede.

Foto
O protocolo UDP é usado na Internet para transmissões vídeo, por exemplo LUSA/ANTÓNIO PEDRO SANTOS (arquivo)

Portugal integrou-se na Internet, há 30 anos, em Dezembro de 1991. De uma forma gradual, a rede académica nacional adoptou o IP para servir as universidades portuguesas depois de garantida a conexão à EUnet, uma rede europeia que já estava ligada à “espinha dorsal” (backbone) da Internet gerida pela National Science Foundation dos EUA. Na mesma altura, foi reconhecido o domínio “.pt” e a sua gestão entregue a entidades nacionais. Mas foi preciso esperar até até 1994 para começar a haver Internet comercial. Primeiro, através da rede telefónica em fio de cobre, com recurso aos modem (a era “barulhenta” do dial-up). A tecnologia foi evoluindo, tal como a Internet, que hoje é servida mundialmente por diversas infra-estruturas físicas, desde cabos submarinos compostos por fibra óptica a redes celulares.

Sugerir correcção
Ler 2 comentários