O Facebook passou a Meta, mas os problemas ficaram por resolver

A empresa-mãe do Facebook mudou de nome em 2021, depois de uma avalanche de funcionários colocar em causa as políticas de Zuckerberg. Os problemas são os do costume. O PÚBLICO escolheu 12 temas que marcaram o ano. Este foi um deles.

Foto
REUTERS/Dado Ruvic/Illustration

Mark Zuckerberg começou o ano como presidente executivo do Facebook; acaba 2021 à frente do novo grupo Meta. Tirando o nome, mudou pouco: Zuckerberg continua a ser o responsável pelas plataformas sociais Facebook, Instagram, Messenger e WhatsApp e os muitos problemas associados.

Sugerir correcção
Comentar