A Gronelândia está a derreter mais depressa do que nunca

Só últimos dez anos derreteram, em média, 357 mil milhões de toneladas de gelo por ano. Os cientistas alertam que o aquecimento global provocou um degelo extremo do gelo da ilha, que se tornou mais frequente e intenso nos últimos anos.

Foto
Escoamento superficial para o oceano através de um canal na Gronelândia Ian Joughin

Na última década, derreteram 3,5 biliões de toneladas de gelo do manto da Gronelândia, o que elevou um centímetro o nível global do mar e está a aumentar os riscos de inundação a nível mundial. São as conclusões de um trabalho publicado na revista Nature Communications, liderado pela Universidade de Leeds (Inglaterra). Os dados da investigação mostram ainda que a quantidade de água proveniente do degelo da superfície da Gronelândia aumentou 21% nas últimas quatro décadas.

Sugerir correcção
Ler 5 comentários