Um artigo sobre um novo restaurante é jornalismo? CCPJ cita lei e diz que depende de onde for publicado

A Comissão da Carteira Profissional de Jornalista recusou dois títulos a profissionais da Time Out, invocando um ponto da lei e alegando que os seus artigos são promocionais. Direcção da revista recorreu e exige esclarecimentos.

Foto
A presidente da CCPJ considera diferente um artigo que apenas enumera qualidades e usa frases que constam da sua própria promoção de um texto que tece um comparativo ou uma avaliação Nicolau Botequilha/arquivo

Um artigo sobre um novo restaurante pode ser lido como uma promoção ao espaço, assim como um texto sobre uma empresa cotada em bolsa pode constituir uma acção de marketing. Dependendo do registo e do enquadramento, qualquer uma destas situações pode também ser jornalismo. No caso de uma estagiária e de uma jornalista da Time Out, a Comissão da Carteira Profissional de Jornalista (CCPJ) deliberou que o trabalho de ambas se destinava “a promover actividades, produtos, serviços ou entidades de natureza comercial ou industrial” e recusou-lhes os títulos profissionais. A direcção da revista queixa-se de perseguição. A presidente da CCPJ alega que o organismo se limita a cumprir a lei, mas a interpretação desta divide opiniões.

Sugerir correcção
Ler 3 comentários