O crime compensa

O Estado português continua com uma acção principal no Tribunal Geral da União Europeia para não ter de recuperar o dinheiro que nos foi roubado!

A Zona Franca da Madeira (ZFM), como todas as realidades offshore, assegura baixa fiscalidade e pouca ou nenhuma fiscalização, pelo que é, naturalmente, um dos pontos de encontro da criminalidade económico-financeira mundial. Fugas de informação como os Panama Papers, Luanda Leaks ou os Pandora Papers vão-nos permitindo vislumbrar curtos momentos dessas máquinas de lavar dinheiro, em laboração continua.

Sugerir correcção
Ler 13 comentários