Proposta de orçamento “está terminada” e “nas mãos” dos partidos, diz governo açoriano

Ao PÚBLICO, o secretário das Finanças diz que a proposta do Governo Regional está “fechada” e que a discussão cabe agora aos partidos. Chega não interveio no arranque dos trabalhos.

Foto
Futuro do executivo de José Manuel Bolieiro depende da votação do orçamento do arquipélago LUSA/EDUARDO COSTA

Horta, ilha do Faial. Os deputados das nove ilhas açorianas, reunidos na sede da Assembleia Regional, começaram esta segunda-feira a discutir o Plano e Orçamento dos Açores para 2022. Uma discussão no meio de uma crise política provocada pelo Chega, parceiro decisivo do Governo Regional (coligação PSD, CDS-PP e PPM), que ainda depende da Iniciativa Liberal e do deputado independente.

Sugerir correcção
Comentar