Sobreviveram ao Estado Islâmico e à guerra. Agora, cada vez mais crianças sírias têm de trabalhar para viver

Muitas crianças sírias têm de trabalhar para sustentar as famílias e a pandemia de covid-19 só veio piorar a situação. “Precisamos de dinheiro, e eu não vou o vou fazer na escola.”

actualidade,p3,estado-islamico,siria,iraque,medio-oriente,
Fotogaleria
Aboud Ashour, Mahmoud Hassan, Oday e Hussein Hassan trabalham num mecânico (No sentido dos ponteiros do relógio, a começar no lado superior esquerdo) The Washington Post por Nicole Tung
actualidade,p3,estado-islamico,siria,iraque,medio-oriente,
Fotogaleria
Rapazes empurram um carro na oficina onde trabalham The Washington Post por Nicole Tung
actualidade,p3,estado-islamico,siria,iraque,medio-oriente,
Fotogaleria
Hussein Hassan trabalha na oficina The Washington Post por Nicole Tung

A guerra que dura há décadas na Síria está a criar uma geração perdida. À medida que as famílias foram conseguindo ter uma vida no meio de conflitos e crises económicas, duas em cada três crianças viram-se sem acesso à educação. Muitas são agora o ganha-pão das famílias, fazendo longos turnos em condições difíceis para trazer para casa o tão necessário salário.

Sugerir correcção
Comentar