Igreja portuguesa vai promover “estudo histórico” sobre abusos sexuais por membros do clero

Igreja criou um site com os contactos telefónicos e de email de todas as comissões diocesanas criadas para acolher eventuais denúncias de abusos de menores cometidos no seio da Igreja. Comissão nacional vai agora ser criada “o mais rápido possível” e gozará de “real independência” na sua actuação.

Foto
D. José Ornelas, bispo de Setúbal e presidente da Conferência Episcopal Portuguesa Adriano Miranda/arquivo

A Igreja Católica portuguesa vai promover um “apuramento histórico” dos casos de abuso sexual cometidos por membros do clero português. Este estudo, ainda sem balizas temporais concretas, será feito por uma comissão nacional, que funcionará sob a alçada da Igreja, mas cujos membros não são ainda conhecidos. “Foram sugeridos nomes, mas não se fechou lista nenhuma”, explicou esta quinta-feira o presidente da Conferência Episcopal Portuguesa (CEP), D. José Ornelas, garantindo que a Igreja “não tem medo, bem pelo contrário”, deste confronto com a verdade. 

Sugerir correcção
Ler 23 comentários