A guerra da Etiópia desloca-se para sul: “Vamos enterrar este inimigo com o nosso sangue e ossos”

Tigrés lançam-se à conquista de várias cidades em Amhara, aliam-se com rebeldes oromos e ameaçam marchar sobre a capital. Abiy decreta estado de emergência e promete defender o país da invasão dos “terroristas”.

Foto
Tanque de guerra do Exército etíope danificado após confrontos com as forças tigrés Reuters/STRINGER

O conflito armado iniciado há cerca de um ano entre a Frente de Libertação do Povo Tigré (FLPT) e o Exército federal da Etiópia, comandado pelo Governo de Abiy Ahmed, evoluiu nas últimas semanas para uma nova fase. Depois de vários meses remetida ao Norte do território, sob a forma de cerco, a guerra está a deslocar-se para sul, e a disputar-se em campo aberto. 

Sugerir correcção
Ler 5 comentários