Desigual implementa semana de quatro dias: “Gostaríamos muito de abrir um precedente”

A marca espanhola Desigual levou a votação a possibilidade de ter semanas de trabalho mais curtas, com trabalho presencial e à distância. A votação dos seus funcionários superou as expectativas. Com uma redução de horas e de salário, a empresa completa parte do salário dos trabalhadores.

Foto
Coral Alcaraz é directora dos recursos humanos da empresa de Barcelona DR

Fundada em Barcelona, Espanha, a Desigual é uma marca de moda internacional fundada em 1984, e é famosa, como o próprio nome indica, pelo carácter único das suas criações. Agora, a empresa, com cerca de 2700 trabalhadores, propôs a semana de trabalho de quatro dias. Uma proposta que foi votada por meio milhar de funcionários que estão na sede e que já entrou em vigor: três dias no escritório e um em casa, de segunda a quinta-feira. O que equivale a uma redução do horário de 39,5 horas para 34 horas, assim como uma redução salarial de 13% — a empresa partilha esta redução, assumindo 50% da diferença, o que significa que os funcionários verão apenas uma diminuição de 6,5% nos seus salários.

Sugerir correcção
Comentar