Que semáforo para a Europa?

O futuro da Europa depende da forma como forem distribuídas as pastas no próximo Governo tricolor da Alemanha.

Os leitores do Financial Times de ontem puderam ficar a saber através da sua página editorial uma coisa que os leitores do PÚBLICO sabem através desta coluna há uma década: “o Estado de direito é o problema central da União Europeia”. Não é preciso ser jurista para o perceber: se numa união de países que inclui um mercado comum não há confiança mútua entre estados na aplicação do direito comunitário, é a própria União que está em causa. Na verdade, saber História é capaz de ser mais apropriado do que saber Direito para chegar a esta conclusão: quando a Sociedade das Nações começou a titubear na aplicação das suas regras à Itália fascista, não demorou muito a perder o sentido e depois a tornar-se irrelevante e morrer.