O território das pessoas esquecidas

Tiago Pereira e Álvaro Domingues andaram pela Região Centro do país para perceber de que é feita a paisagem e levaram a câmara de António Aleixo atrás. Dispersos pelo Centro estreia dia 27, no DocLisboa.

Foto

Há roupa estendida, paletes pelo chão e um velho fogão. Não é este o cenário a que associamos o som de uma harpa, mas a cena que abre Dispersos Pelo Centro marca um certo tom para o resto deste documentário que estreia dia 27 de Outubro no DocLisboa. Nesses momentos iniciais, Tiago Pereira, o homem da Música Portuguesa a Gostar Dela Própria (MPGDP), derruba a quarta parede para explicar ao que vamos: este é “um filme sobre a descoberta do território através dos olhos do Álvaro [Domingues] e dos meus”.

Sugerir correcção
Comentar