Líderes partidários nos momentos de dissolução do Parlamento

Com o fantasma da crise política a pairar na semana antes da votação do Orçamento na generalidade e o PSD à beira de eleições internas, o PÚBLICO recorda casos de anteriores dissoluções do Parlamento e o clima político que as envolveu.

Fotogaleria
Parlamento pode ser dissolvido pelo Presidente PBC PEDRO CUNHA - PòBLICO
paulo-portas,pedro-passos-coelho,cavaco-silva,psd,ps,governo,
Fotogaleria
José Sócrates perdeu as legislativas depois de se demitir, em 2011,José Sócrates perdeu as legislativas depois de se demitir, em 2011 CL CARLOS LOPES - PÚBLICO,CL CARLOS LOPES - PÚBLICO
paulo-portas,pedro-passos-coelho,cavaco-silva,psd,ps,governo,
Fotogaleria
Passos e Sócrates protagonizaram uma disputa eleitoral após a demissão do segundo NFS - Nuno Ferreira Santos
paulo-portas,pedro-passos-coelho,cavaco-silva,psd,ps,governo,
Fotogaleria
Ferro Rodrigues perdeu eleições na sequência de uma legislativas antecipadas PAULO RICCA / PòBLICO
paulo-portas,pedro-passos-coelho,cavaco-silva,psd,ps,governo,
Fotogaleria
Foi uma dissolução que leou Durão Barroso ao poder CL CARLOS LOPES - PÚBLICO

A hipótese de uma crise política a pretexto do Orçamento do Estado para 2022 (OE 2022) anda no ar e o principal partido da oposição está em maior rebuliço interno por esse motivo. Ao apresentar a sua candidatura à liderança do PSD, a 14 de Outubro, Paulo Rangel procurou desdramatizar o facto de a eleição do sucessor de Rui Rio, seguida de congresso, poder coincidir com um período de preparação de legislativas antecipadas, caso seja chumbada, no Parlamento, a proposta de OE 2022, que vai a votos na generalidade no dia 27. 

Sugerir correcção
Comentar