Já há produtos esgotados e preços a subir ainda sem corrida às compras

Retalhistas apelam à calma mas preparam o alargamento da época alta do consumo. Distribuição alerta para riscos de a alimentação ficar mais cara.

Foto
O retalho ainda não sente uma antecipação das compras mas tem preparado com antecedência o pico de procura esperado entre a Black Friday e o Natal EPA/Brais Lorenzo (arquivo)

No próximo Natal não deverá faltar bacalhau e azeite a quem os pode pagar, mas se a lista de compras incluir electrónica, electrodomésticos e produtos que vêm de longe, então haverá quem se arrisque a ficar de mãos vazias.

Sugerir correcção
Ler 29 comentários