Dos 116 afegãos perseguidos por terem colaborado com Portugal, 56 tiveram protecção

Amnistia Internacional recebeu queixas sobre a actuação da embaixada portuguesa no Paquistão onde muitos cidadãos do Afeganistão se refugiaram depois de os taliban tomarem o poder.

Foto
Resgatados do Afeganistão à chegada a Portugal Jose Sarmento Matos

Após a tomada de Cabul pelos taliban, o Governo português identificou 116 pessoas que passaram a correr riscos por terem trabalhado para as Forças Nacionais Destacadas no Afeganistão ou serem familiares destes.

Sugerir correcção
Ler 1 comentários