Jeep alarga oferta híbrida plug-in ao Grand Cherokee

Vai continuar a ser um Jeep de ponta a ponta e a oferecer ferramentas para enfrentar o todo-o-terreno. Mas, com mecânica PHEV, chega mais amigo do ambiente.

automovel,mobilidade,automoveis,fugas,motores,transportes,
Fotogaleria
automovel,mobilidade,automoveis,fugas,motores,transportes,
Fotogaleria
automovel,mobilidade,automoveis,fugas,motores,transportes,
Fotogaleria

Há marcas que têm vindo a ter mais dificuldade do que outras a cumprir os apertados regulamentos europeus no que às emissões dizem respeito. A Jeep tem sido uma delas, mas não baixou os braços: depois de ter dotado o Renegade, o Compass e o Wrangler com mecânicas híbridas de ligar à corrente, anunciou que vem aí o Grand Cherokee de cinco lugares versão PHEV que consegue cumprir, pelo menos, 40 quilómetros em modo eléctrico.

Foto

Isto significa que a gama da quinta geração do modelo vai incluir o Grand Cherokee 4xe, o primeiro Grand Cherokee electrificado, bem como o novo Trailhawk, o derradeiro Grand Cherokee 4x4.

Com uma arquitectura totalmente nova e um novo motor híbrido plug-in, o Grand Cherokee estreia um visual diferente tanto por fora como por dentro (a registar uma distância entre eixos de 2,964m)​, além de, avança a Jeep, chegar com acabamentos de elevada qualidade, querendo assim mostrar que não prescinde de uma veia premium.

Disponível no Grand Cherokee Limited, Trailhawk, Overland, Summit e Summit Reserve, o sistema de propulsão 4xe combina dois motores eléctricos, uma bateria de 400 V, um motor de quatro cilindros turbo de 2,0 litros e uma transmissão automática de oito velocidades TorqueFlite. No total, o sistema 4xe fornece 381cv (280 kW) e 637 Nm de binário. O Grand Cherokee 4xe, com uma autonomia eléctrica estimada de 40 quilómetros, conta com um consumo de combustível estimado equivalente de 4,1 l/100 km, bem como com uma autonomia total combinada de 708 quilómetros.

Anunciado como o mais tecnologicamente avançado, com melhor capacidade 4x4 e mais luxuoso, o Grand Cherokee que vai chegar em 2022 virá dotado com três sistemas 4x4 - Quadra-Trac I, Quadra-Trac II e Quadra-Drive II. Além disso, conta com suspensão pneumática Jeep Quadra-Lift, agora com amortecimento electrónico semiactivo, capaz de proporcionar até 28,7cm de distância livre ao solo e 61cm de passagem a vau.

No que diz respeito às capacidades off-road, é de destacar um novo sistema de desconexão da barra estabilizadora, que proporciona melhor articulação e tracção sobre rochas e terreno acidentado. Ou seja, será mesmo capaz de trepar paredes…

No capítulo da tecnologia, o sistema Uconnect 5, que assenta num ecrã de 10,1 polegadas, oferece uma velocidade de operação cinco vezes mais rápida (quando comparada com a geração anterior) e actualizações remotas. Há ainda um ecrã interactivo de 10,25 polegadas para o passageiro da frente e ecrãs de entretenimento com 10,1 polegadas nos bancos traseiros com Amazon Fire TV incorporada.

Para já, ainda não há preços nem datas de lançamento, mas é expectável que o lançamento europeu se siga ao lançamento do carro nos EUA, onde é esperado para o primeiro trimestre do ano.