Firmar compromissos por um turismo de futuro

O Governo continua num processo de “navegação à vista”. Empresários e agentes do sector já mereciam segurança sobre os tempos que se avizinham.

É indiscutível o impacto do turismo no desenvolvimento económico e social de países desenvolvidos, em desenvolvimento, de regiões do interior e do litoral, de cidades, vilas e aldeias, mas é imprescindível que os governos e as instituições europeias implementem soluções justas e viáveis a um sector tão importante para Portugal e para a União.