O casamento que uniu o peronismo na Argentina está a desmoronar-se

Os péssimos resultados da coligação de esquerda no poder na Argentina nas eleições primárias deixaram Alberto Fernández e Cristina Kirchner em pé de guerra, enquanto a crise económica se aprofunda.

Foto
Alberto Fernández e Cristina Kirchner durante a cerimónia de tomada de posse em 2019 Juan Ignacio Roncoroni / EPA

O Presidente argentino, Alberto Fernández, enfrenta a maior crise política, no seio do seu próprio Governo, desde que chegou ao poder em 2019. Alvo de uma forte pressão por parte da sua vice, Cristina Kirchner, o executivo prepara-se para ser remodelado, mas a fractura no movimento peronista já está à vista de todos.