R. Murray Schafer (1933-2021): o pioneiro da ecologia acústica que abriu ouvidos para “a afinação do mundo”

Quis ser pintor, mas acabou por se render à música. O compositor canadiano foi fundador do World Soundscape Project e autor de A afinação do mundo, obra seminal sobre ecologia acústica publicada em 1977 (ano em que também passou por Portugal). R. Murray Schafer inspirou gerações a ouvir o mundo com atenção e a melhor compreender a nossa relação com as “paisagens sonoras”.

Foto
Raymond Murray Schafer nasceu a 18 de Julho de 1933, em Sarnia, na província de Ontário, no Canadá Dick Loek/Toronto Star via Getty Images

Experimente parar durante alguns minutos e escrever num papel todos os sons que consegue ouvir. Todos mesmo. Foi este um dos curiosos exercícios que um grupo de educadores e artistas experimentaram no anfiteatro da Fundação Calouste Gulbenkian, em 1977, num seminário sobre som e educação musical conduzido pelo músico R. Murray Schafer. O compositor canadiano, que se tornou conhecido como “pai” da ecologia acústica e popularizou expressões como “paisagem sonora”, morreu no passado dia 14, aos 88 anos, na sua casa perto de Peterborough, na província de Ontário, no Canadá, depois de anos a viver com Alzheimer.

Sugerir correcção
Comentar