Marta Temido, uma protagonista improvável no encontro do PS

Marta Temido é a mais recente militante do Partido Socialista.

congresso-ps,saude,politica,antonio-costa,servico-nacional-saude,governo,
Fotogaleria
Ministra discursou pela primeira vez num congresso como militante do PS Rui Gaudêncio
congresso-ps,saude,politica,antonio-costa,servico-nacional-saude,governo,
Fotogaleria
Marta Temido mostra o cartão de aderente Rui Gaudêncio
congresso-ps,saude,politica,antonio-costa,servico-nacional-saude,governo,
Fotogaleria
A ministra recebeu o cartão das mãos de António Costa Rui Gaudêncio

O congresso deste fim-de-semana tinha muitos protagonistas anunciados — quase todos a referidos a pretexto de uma futura disputa de liderança no PS — mas houve uma pessoa que ganhou uma relevância inesperada: Marta Temido. Ao tornar-se militante do PS, a ministra da Saúde (que até aqui era independente), transformou-se numa espécie de “heroína” dos delegados, uma figura a seguir com atenção.