Estudo mostra que nível de anticorpos continua elevado em profissionais de saúde seis meses após vacinação

Análise feita a 86 profissionais de saúde do Hospital Fernando da Fonseca revela que há um decréscimo no nível de anticorpos seis meses após a vacinação, mas que os valores ainda continuam elevados.

Foto
Daniel Rocha

Um estudo a 86 profissionais de saúde do Hospital Fernando da Fonseca (Amadora-Sintra) mostra que há uma diminuição na quantidade de anticorpos seis meses após a vacinação, mas que em praticamente todos os indivíduos testados os níveis se mantiveram elevados. Em todos se detectaram anticorpos no período em análise. Há ressalvas a fazer aos resultados, entre elas a de que o decréscimo de anticorpos é expectável, a de que a análise foi feita sobretudo a pessoas dos 30 aos 50 anos ou a de que só se mediu um dos “braços da resposta imunitária”, a produção de anticorpos. 

Sugerir correcção
Ler 7 comentários