“Estes são bem piores que o anterior Presidente” José Eduardo dos Santos

Líder da oposição garante que recorrerá aos tribunais internacionais se João Lourenço e o MPLA, por “manipulação” do Tribunal Constitucional, o tirarem da presidência da UNITA. Adalberto Costa Júnior fala de um “gabinete de acção psicológica” pago pelo Estado ao serviço do actual Presidente.

Foto
Miguel Manso

Adalberto da Costa Júnior denuncia a perseguição política do MPLA e do Presidente João Lourenço que estariam a manipular o Tribunal Constitucional (TC) para o afastar da liderança do maior partido da oposição em Angola, a UNITA. Em conversa telefónica com o PÚBLICO, o principal rosto da oposição angolana comenta o mais recente ataque contra a sua liderança, surgido no passado sábado e rapidamente difundido: a de que o TC estaria prestes a retirar-lhe a presidência da UNITA por ter dupla nacionalidade (angolana e portuguesa) na altura da eleição, algo que os estatutos do congresso nem sequer proibiam.