O futuro incerto das mulheres no Afeganistão: “Estamos prontas para lutar”

Alunas do último ano numa escola secundária feminina em Cabul temem o regresso à lei dos taliban. “Não consigo imaginar-me a viver nas mesmas condições que os meus pais”.

Foto
As três amigas: Belqees Niazi, Behishta Amini e Safia Hussain

Bem no fundo do labirinto de paredes de cimento do centro de Cabul, as alunas do último ano da escola secundária Zarghoona, exclusivamente feminina, dividem a sua atenção entre os trabalhos de casa e o cada vez maior território conquistado pelos taliban.

Sugerir correcção
Ler 15 comentários